O TAO TE CHING APLICADO À MEDICINA: SINOPSE DO LIVRO

O Tao Te Ching é um dos livros mais lidos em todo o mundo. Lao Tse, através de seu olhar de simplicidade e de grande sabedoria perante a vida, nos trás profundas reflexões a cerca de movimentos que podemos adotar para nossa vida Ocidental. Um destes movimentos, é respeitar o fluxo natural das “coisas”.

É a prática do wu-wei. É o agir sem forçar, fazendo a nossa parte, mas deixando que a grande força de sabedoria universal faça a parte que cabe a ela. Isso nos remete a um olhar e práticas de entrega e serenidade perante a vida.

Autores do mundo inteiro interpretaram a obra sob suas perspectivas pessoais, o que reforça que o caminho natural e a adoção de práticas virtuosas podem ser aplicadas em nossas vidas pessoais e em qualquer área de conhecimento.

O grande chamado para decodificação dos 81 Poemas de Lao Tse para a área de saúde, advém de um panorama nitidamente constatado na área médica, aonde se percebe, que não raras vezes, o médico encontra-se num estado tão adoecido quanto seu paciente.

Na Medicina Veterinária, especialmente, altos índices de Síndrome de Burnout e Suicídios pincelam o triste cenário de autodesconexão, muitas vezes, irreversíveis a tempo, entre acadêmicos e profissionais.

Em última análise e sem nenhuma pretensão desta obra ser uma salvação, sinto que passos firmes e olhares encorajadores precisam ser dados neste sentido, pois estamos diante de perdas humanas que se traduzem no que chamo de uma “Epidemia Multifatorial de Perdas de Vidas”, que sob um olhar sistêmico, afetam a todos nós.

O Tao Te Ching Aplicado à Medicina, é apenas um convite a autoconexão e autoreflexão. É um convite aos profissionais de saúde a religarem-se à sua alma e ao seu próprio coração, sendo assim, os maiores beneficiados da cura. É um convite também aos pacientes, para que estes se fortaleçam em si próprios, buscando acima de tudo a consciência da causa primária e de base do adoecimento, que vêm em geral, de um local muito interno e remoto de nossas emoções e espírito.

Nesta obra ficou um profundo entendimento: sem amor e sem um caminho próprio, individual e de virtudes, todo o sistema de saúde, incluindo os profissionais e acadêmicos, perdem todo o sentido de sua existência.

O convite dos Mestres Orientais é que a medicina (toda a área de saúde) seja tecnológica e científica, mas sem esquecermos do amor e de sermos primordialmente consoladores das aflições, dores e angústias dos seres humanos e dos animais.

Adquira já seu exemplar com dedicatória, e mergulhe nestes lindos e profundos ensinamentos de diversos Mestres Orientais, no qual tive o prazer de poder receber e compartilhar.

Um profundo abraço

Dra. Carla Soares – Autora do Livro

O Tao Te Ching Aplicado à Medicina

PARA ADQUIRIR COM DEDICATÓRIA (61) 99589-7294