Florais da Amazônia: Uma ferramenta especial em minha jornada holística

Penso que a Medicina Veterinária Holística é um caminho sem volta. Conforme nos aprofundamos em seus estudos, mais compreensão temos de nós mesmos e de cada indivíduo que entra em nosso consultório.

Na Medicina Veterinária Convencional há uma dissociação de todas as  “peças” que compõem um animal (seja ele humano ou não humano). Enquanto nas terapias holísticas juntam-se todas essas partes que estão soltas tornando então mais claro o aspecto do que precisa ser curado e de como.

Eu obtive minha formação acadêmica em 2004 e desde sempre fui muito apaixonada pelos animais (não humanos). Trabalhei 4 anos com a medicina convencional até que cedi aos meus instintos e caí então no primeiro degrau da Medicina Veterinária holística que para mim se apresentou com a acupuntura. Em seguida, emendei minha caminhada pelos degraus da Homeopatia, e continuei a subir pela Alimentação Natural, Reiki,  Aromaterapia, Ozonioterapia e Florais da Amazônia.

E foi através dos Florais da Amazônia que realmente senti que minha caixa de ferramentas recebeu aquela chave de mandril especial que conseguiria resolver os desafios que mais me tirariam o sono na prática clínica. Foi com os Florais da Amazônia que me apaixonei então pelos animais humanos! Uma peça que vivia solta, desconexa, impedindo muitas vezes o bem estar integral do meu paciente não humano e que muitas vezes precisava tanto quanto aquele animal de um atendimento.

No meu tempo de faculdade era raro dizer que precisaríamos lidar com os tutores de nossos pacientes, e muito mais raro ainda era nos avisar que esse seria um desafio e tanto. Sugerir alternativas para como lidar com isso então?! Nem pensar, né!

Atualmente aplico a terapia floral da Amazônia em meus pacientes humanos e não humanos.

Os estudos com os Florais da Amazônia me ensinaram a ouvir mais os tutores, seus relatos sobre o seu animalzinho, seus relatos sobre sua vida, e assim fui me encantando por histórias que convergiam tanto com o sintoma que o paciente apresentava. Pude perceber ainda mais o quanto é profundo o universo de cada indivíduo, o quanto é rica a natureza humana e a natureza animal, o quanto se diferem mas também o quanto são necessárias e parecidas uma a outra.

Os Florais da Amazônia me ensinaram a calma no dia a dia, a pausa para ouvir o outro e a si. A pausa para observar as flores e toda sua essência. E nessa essência floral ver o reflexo de cada indivíduo.

Em tempos cada vez mais difíceis que enfrentamos, de ansiedade, de pânico, de depressão, de não ouvir, de subjugar, seria hipocrisia acreditar que sem ferramentas apropriadas estaríamos preparados para levar qualquer tipo de cura a outro ser. Assim também seria ingenuidade a nossa acreditar que nossos pets viveriam bem após sair de nosso consultório sendo que seus tutores e familiares não estão bem. Continuaríamos “alopatizando” porém com ferramentas mais naturais.

Nós, médicos veterinários, lidamos com os animais sim, humanos e não humanos. É óbvio que se estamos praticando essa medicina hoje, é porque amamos os animais não humanos. E precisa ser óbvio que precisamos aprender a amar sem distinção de espécie para que possamos nos curar e realizar uma medicina íntegra e eficaz em nossos consultórios.

Encontrei nos Florais da Amazônia o meu respiro diante de agendas e pessoas atribuladas, diante de todo o peso da responsabilidade de salvar vidas. E esse respiro foi uma essência Floral da Amazônia que me soprou dizendo que antes de olhar para o outro, preciso salvar a minha própria vida, todos os dias. Ser o melhor para levar o melhor.

Sem o despertar da Medicina Veterinária Holística eu não me sentia conectada. Não conseguia levar minha vida profissional lado a lado da pessoal, como indivíduos integrais deveriam fazer, e assim seria impossível aquele bem estar integral que tanto queremos para nós e para nosso paciente.

Acredito mais do que nunca, que nos dias de hoje todas as ferramentas que encontramos na imensa caixa da Medicina Veterinária Holística são a saída para que nossos pets deixem de adoecer por conta de tantos venenos químicos e emocionais do nosso mundo moderno e são também nosso escudo, para que a cada dia de trabalho possamos nos fortalecer como seres humanos, com capacidade de auto-cura, com capacidade de viver em harmonia com a nossa natureza e a natureza externa, de existir de maneira equilibrada e sustentável, envolvendo o outro indivíduo, independente de espécie, com o nosso olhar mais gentil.

Maristela Schoenherr Borelli
CRMV PR 5963
Médica veterinária Holística
(acupuntura, homeopatia, aromaterapia, reiki Om Rom e Usui, Florais da Amazônia, ozonioterapia, Alimentação Natural)
www.naturallevet.com.br
naturalle.veterinaria@gmail.com

Uma resposta para “Florais da Amazônia: Uma ferramenta especial em minha jornada holística”

  1. PARABENS E GRATIDÃO PELA LINDA E RICA CONTRIBUIÇÃO DE CONHECIMENTOS E AMOR AO PORTAL SOUL VET, NO QUAL VOCÊ FAZ PARTE. MUITO MUITO OBRIGADA PELA CONFIANÇA E ENTREGA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.